12 jan 2014 Muito em breve o Inferno será formalmente declarado como um lugar que não existe

18-01-2014 00:22

 

Domingo, 12 de Janeiro de 2014, 20:28 h.

Minha querida e amada filha, se não fosse por Mim, Jesus Cristo, uma vez que Eu falo para o mundo neste momento, muitas almas nunca entrariam nos Portões do Paraíso.

Muitas almas ingratas já não obedecem às Minhas Leis e criam assim a sua própria interpretação, o que Eu acho repulsivo. As regras relativas à Verdade foram dadas, como uma Dádiva, à humanidade, como meio de capacitar o homem para ganhar o direito à salvação. Não sabeis vós que não podeis viver de acordo com a vossa versão das Leis de Deus e, em seguida, esperar entrar no Paraíso?

A arrogância do homem sobrepôs-se ao espírito de humildade. O homem já não serve a Deus do modo que lhe foi ordenado. Em vez disso ele cria, a partir da sua própria imaginação, uma visão do que ele acredita ser o Céu. Hoje, nem sempre os Meus servos - os nomeados para Me servirem - se referem à existência do Inferno. A simples menção da palavra Inferno embaraça os Meus servos sagrados, pois eles temem o ridículo que seria terem de enfrentar uma sociedade secular que foi enganada. O Inferno é o lar de muitas pobres almas e como Me dói ver almas confiantes mergulharem no abismo do terror, no momento em que dão o seu último suspiro.

Os filhos de Deus devem agora ser informados da urgência de orarem pelas almas que estão cegas para a Verdade. Muito em breve o Inferno será formalmente declarado como um lugar que não existe. Será dito às almas que a todos os filhos de Deus, desde que vivam uma vida razoável ​​e digna - independentemente de acreditarem em Deus ou não -, será dada a Vida Eterna. Mas isso será uma mentira. Não há retorno do Inferno. Ele é para a eternidade.

Muitas almas que exteriormente Me rejeitaram, tanto em privado como em público, definham no Inferno. O seu amargo arrependimento é agravado pelo seu terrível e doloroso sofrimento e pelo ódio de Satanás. Uma vez no Inferno, Satanás revela-se-lhes em todas as suas formas perversas e vis e o seu ódio por eles preenche-os em cada segundo. A sua repulsa por ele, por ele mesmo - pela mesma besta a quem prestaram homenagem durante as suas vidas na Terra - é a causa de grande parte da sua dor. Mas é a separação de Mim e a dor da escuridão que experimentam, que lhes cria maior angústia.

Qualquer homem que vos diga, em Meu Nome, que o Inferno não existe não está interessado em ajudar-vos a salvar a vossa alma. Quando estiverdes convencidos de que o Inferno não existe, então, erradamente, vós assumireis que o pecado é irrelevante.

Vós não podeis servir-Me se acreditais que o pecado não existe. Vós não podeis viver uma vida gloriosa pela eternidade, no Meu Reino, se não Me pedirdes para perdoar os vossos pecados. Este é o cerne da nova doutrina, a introduzir em breve, que sereis obrigados a absorver. Ou seja, quando fordes enganados e deixardes de preparar a vossa alma para o Grande Dia do Senhor, em que Eu venho para vos reivindicar como Meus.

Eu digo isto para vos avisar - não para vos assustar. Eu peço-vos que aceiteis o pecado como parte das vossas vidas, mas peço-vos que continueis a evitar os sete pecados mortais, pois se o fizerdes estareis na Minha Protecção. Vós deveis confessar sempre os vossos pecados. Fazei isso diariamente. Falai Comigo e pedi-Me para vos perdoar. Aqueles de vós que não podeis receber o Sacramento da Confissão - aqueles que seguem muitas crenças e religiões - deveis então aceitar o Dom da Indulgência Plenária que Eu vos dei (Cruzada de Oração 24 - Indulgência Plenária para absolvição).

https://www.thewarningsecondcoming.com/crusade-prayer-24-plenary-indulgence-for-absolution/

Cuidai da vossa alma, pois é a vossa alma, a qual viverá para sempre. Vós vivereis em apenas um dos dois lugares para a eternidade - no Inferno ou no Meu Reino.

O vosso Jesus